quarta-feira, 28 de junho de 2017

The Housemartins - Build

The Housemartins foi uma banda inglesa de Indie rock formada em 1983  na cidade inglesa de Hull. Tornando-se mundialmente conhecido pelos os hits, "Caravan of Love" e “Build”.

História

1983-87: Formação

Formada originalmente em 1983, pelo guitarrista e vocalista Paul Heaton, pelo guitarrista Stan Cullimore, além do baixista Ted Key e o baterista Hugh Whitaker, se autodenominaram ironicamente como a "quarta melhor banda de Hull". Apesar da brincadeira e modéstia, foram verdadeiros mestres em compor grandes canções. No ano seguinte entraria Norman Cook no lugar de Ted. Pausa para mais um ano de trabalho duro. Assinam com a independente Go! Discs Records (a mesma gravadora de Billy Bragg e meses depois conseguem um sucesso nas paradas com o terceiro single, "Happy Hour". Intitulada originalmente "French England", a canção chegou a ser número 3 na parada britânica, fazendo com que o disco de estréia, London 0 Hull 4 alcançasse a mesma posição.
Começava a comparação com o grupo de Morrissey & Marr, com quem chegaram a excursionar, como banda de abertura. Embora houvesse semelhanças nos vocais e até nas guitarras acústicas, a proposta do Housemartins era muito mais acessível, tendo como característica notável, os arranjos a capella, ou seja, harmonizações vocais, sem instrumentos. Um dos grandes momentos do primeiro disco é uma versão arrepiante do clássico de Curtis Mayfield, "People Get Ready" (incluindo apenas na versão CD). E foi exatamente uma versão neste estilo que deu o primeiro e único número 1 nas paradas: "Caravan of Love", dos compositores Ernie Isley, Chris Jasper e Marvin Isley. Apesar de não ter escrito nenhum grande sucesso do grupo (a dupla de compositores mais consistente era Cullimore e Heaton), Norman Cook era o grande arranjador, tocando piano e chamando alguns músicos extras para as sessões de gravações. O disco vendeu a respeitável marca de 500 mil cópias na Inglaterra e o mesmo número no resto do mundo.
O estilo a cappella de "Caravan of Love" não foi para o gosto de todos os fãs Housemartins e foi até ridicularizado por alguns como um sell-out. No entanto, um material a cappella sempre fez parte do repertório da banda. "Caravan of Love" foi o primeiro realizado pela banda em sua segunda sessão John Peel em abril de 1986, anterior ao seu sucesso inicial. Por sugestão de Peel, a banda então gravou outra sessão (sob o nome The Fish City Five), composto exclusivamente de performances a cappella, e em pelo menos uma ocasião jogou ato de apoio para o seu próprio desempenho com este nome alternativo. O "Caravan of Love" único apresentou quatro canções de um a cappella evangelho no lado-B.
Com tanto sucesso foram eleitos em 1987 a melhor banda jovem do país. Apesar disso, Hugh deixa a bateria para Dave Hemingway. Influenciados por Billy Bragg, abraçaram a causa do grupo trabalhista "Red Wedge" e promovem alguns concertos no intuito de angariar fundos para o partido. Outro artista que ficaria famoso pela sua adesão ao movimento era Paul Weller, já com seu Style Council. Voltam a se reunir em estúdios e produzem mais um trabalho, o single "Five Get Over Excited", novamente um sucesso de público e crítica.

1988: O fim da banda

Mas os problemas já existiam. Paul havia feito "Me and the farmer" inspirado nas lutas das classes operárias. Para o segundo disco, ele preferia dar mais ênfase aos arranjos vocais, enquanto Norman queria trabalhar um pouco mais a parte experimental, testando loops e seqüenciadores nos arranjos e Stan desejava colocar mais camadas de guitarras. Paul começou a tomar atitudes dignas de um ditador, chegando ao cúmulo de editar sílabas de diferentes takes para compor uma canção, digitalmente. Simplesmente ignorava as ideias de seus companheiros, sendo o ápice da discórdia durante as gravações do vídeo para Build. A única opção comum era que a banda estava se esgotando. Ironicamente escreveram na parede do estúdio "Housemartins R. I. P." (Housemartins, descansem em paz).
Para irritar ainda mais os outros integrantes, Paul disse em uma carta ao semanário New Musical Express, que "em uma época liderada por Rick Astley, Shakin Stevens e Pet Shop Boys, eles (os Housemartins) não eram bons o suficiente”. Após isso, o fim era a única saída. Os músicos se separaram, sendo Norman Cook o que obteve maior sucesso, com seu projeto Fatboy Slim. Como despedida, editaram uma coletânea de compactos, Now That’s What I Call Quite Good em 1988.
Em agosto de 2009, a revista de música, MOJO, mostrou os membros originais The Housemartins numa reunião para uma sessão fotográfica e entrevista pela primeira vez em muitos anos. No entanto, na entrevista a todos os membros sustentou que a banda não seria a reformada.
Em dezembro de 2009, Stan Cullimore co-escreveu canções para uma série de músicas pré-escolar chamado The Bopps que apareciam de Nick Jr. No Reino Unido em abril de 2010.

Como estão hoje

  • Paul Heaton  - o ex-vocalista, segue no ramo musical e no ano de 2001 lançou o primeiro trabalho solo, intitulado Fat Chance.
  • Stan Cullimore - o ex-guitarrista, fez uma experiência no setor comercial, abrindo um restaurante vegetariano que infelizmente não deu certo. Stan percebeu um talento inato para escrever estórias infantis. Hoje Stan é dono de uma produtora.
  • Norman Cook - o ex-baixista, prossegue com sua duradoura carreira musical, hoje é DJ, o famoso Fatboy Slim.
  • Dave Hemingway - o ex-baterista e vocal de apoio continuou sua carreira na banda The Beautiful South.
  • Ted Key - é professor de Matemática em Berkshire.
  • Hugh Whitaker - vive em Leeds e toca com bandas locais.
  • Fonte: www.thehousemartins.com.

No Brasil

Em 1988, o Brasil foi atacado por uma música chamada “Build”, que ficou conhecida como "Melô do Papel", chegando a ser comercializada com esse nome em algumas coletâneas brasileiras consideradas por muitos de péssimo gosto. Uma grande injustiça com os Housemartins: apesar da melodia pop e com um lindo arranjo vocal, trazia uma letra amarga, que o público não entendia por ser cantada em inglês. Mas injustiças parecem sempre terem marcado esse simpático grupo da pequena Hull. No começo foram taxados de mera cópias dos Smiths. Até havia uma certa similaridade nos vocais, mas as duas bandas seguiram caminhos diferentes. Após dois discos brilhantes – London 0 Hull 4 e The People Who Grinned Themselves To Death (que foi lançado no Brasil e trazia “Build”), desmancharam, mas não antes de deixarem um grande legado: a coletânea de compactos e de out-takes chamadas Now That’s What I Call Quite Good.

Fonte: Wikipédia

terça-feira, 27 de junho de 2017

The Manhattans - Kiss and say goodbye



The Manhattans é um grupo vocal  de R&B formado em 1966 em Nova Jersey.

Criado em 1962 na cidade de Nova Jersey, o quinteto Manhattans, formado por George Smith (que morreu em 1970, sendo substituído por Gerald Alston), Winnie Lovett, Kenny Kelly, Ernest Bivens e Richard Taylor estreou em disco um ano depois, com a balada "I Wanna Be (Your Everything)".
Em 1975, eles assinaram contrato com a Columbia, iniciando ali sua melhor fase. O primeiro grande hit da carreira dos Manhattans veio em 1976, com Kiss and Say Goodbye. Quatro anos depois, o grupo emplacou outro grande sucesso: "Shining Star". Em 1983, os Manhattans gravaram mais uma balada que se tornaria clássica, "Forever by Your Side". Foi o último hit do grupo, que existiu até o fim dos anos 80 / Início dos anos 90, quando Lovett (Baixista, com uma voz ultra grave) deixou o grupo por razões médicas, e Gerald Alston (Vocalista-líder) gravou seu álbum solo e deixou o grupo. Roger Harris então, foi contratado como novo vocalista.
Na década de 2000, havia duas versões do The Manhattans. Uma versão destacados membro fundador Original Bivins, além de Hardy Hemphill, Pazant e Williams. Eles lançaram o CD "Now" em 1994. Em 1996, o grupo formou sua própria companhia de música, chamado Manhattan Entertainment Inc. Em junho de 2013, o grupo lançou um single chamado "Just For Tonite", escrito por Bivins e Pazant.
A outra versão de The Manhattans era constituida por Blue Lovett e Gerald Alston, os outros membros incluem Troy Maio e David Tyson, irmão do membro dos 'Temptations' Ron Tyson. No passado, o grupo também contou com Eban Brown, agora o vocalista do The Stylistics. Este versão do grupo lançou alguns CDs, incluindo o "Even Now" de 2001. Esta versão do grupo tocou em cassinos e teatros nos Estados Unidos. Alston apareceu no álbum do Wu-Tang Clan, 8 Diagrams, na canção "stick me for my Riches", em 2007.
Edward "Sonny" Bivins, membro fundador dos Manhattans, morreu em 3 de dezembro de 2014, com a idade de 78. Ele cantou em cada sucesso dos Manhattans desde o início do grupo, e escreveu muitas de suas canções de sucesso. Era o líder dos Manhattans até sua morte.
Winfred "Blue" Lovett, cantor e baixista original do grupo, além de compositor, faleceu em 09 de dezembro de 2014, com a idade de 78. Sua voz ultra grave foi ouvida em muitos sucessos dos manhattans, Incluindo a introdução falada de "Kiss and Say Goodbye ".
Kenneth "Wally" Kelly, o último membro sobrevivente original do grupo, morreu no dia 17 de fevereiro de 2015, com a idade de 74. 
O vocalista, Gerald Alston vivo é o único membro da formação auge do grupo.

Fonte: Wikipédia

quinta-feira, 1 de junho de 2017

I Santo Califórnia - Torneró

O I Santo Califórnia é um grupo musical italiano surgido nos anos 1970.
O grupo oriundo da Campania, sudeste da Itália, inicialmente era formado por três jovens amigos que batizaram a banda com o nome de "The New Frontier" tendo tocado em clubes, nas festas de praças e nas margens da Costa Amalfitana no verão. Em 1974 eles se apresentaram no palco de um festival local em Nocera Inferiore, quando foram notados por Elio Palumbo, produtor musical romano que trouxe os três rapazes com ele para Roma, na gravadora Yep com o qual assinaram um contrato e mudaram o nome da banda para I Santo Califórnia.
O grupo nasceu artisticamente em 1975 com o primeiro grande sucesso internacional intitulado "Torneró" , que foi lançado pela transmissão da televisão às sete da noite pela RAI, conduzida por Christian De Sica : Depois de um mês, o grupo já ganhou o seu primeiro disco de ouro pela venda de mais um milhão de cópias na Itália. Com esta música destacam-se como um dos pilares da música melódica da década de setenta . Além de vender mais de 11 milhões de cópias, "Torneró" foi traduzido em quase todas as línguas do mundo.
Não obstante a fama que alcançaram em todo o mundo, o grupo foi esnobado na Itália e, portanto, ignorado pelos principais programas musicais da TV italiana. Em 1977, eles participaram como concorrentes no prestigiado Festival de San Remo com a canção "Monica" terminando em terceiro lugar.
O grupo também produziu outros discos, mas com um sucesso de vendas certamente menos satisfatório, o sucesso começou a desaparecer e as performances ao vivo do grupo foram ficando limitadas a feiras regionais e locais, além de aparições esporádicas em programas da televisão italiana, até o seu último álbum de coleção, lançada em CD em 1991.

sábado, 27 de maio de 2017

Gerard Joling - No more boleros


Gerard Joling nasceu em 29/04/1960, na cidade de Alkmaar, Holanda do Norte.
Cantor e apresentador de Televisão.
Conhecido por sua voz de tenor alto, ele chegou à fama no final dos anos 80 e lançou uma série de singles, incluindo “Ticket to the Tropics”, “Love is in your Eyes”, e seu maior hit, “ No more boleros”, uma canção que alcançou o top 10 em vários países da Europa. Ele também obteve sucesso na Ásia e recebeu mais de 20 discos de platina e ouro.
Em 1998, participou como representante da Holanda do festival Eurovisão da Canção interpretando a canção “Shangri-La”.
Joling & Gordon Over de Vloer é um programa de televisão que Gerard Joling apresentou em 2005 juntamente com o cantor Gordon. Foram três temporadas da série, que mostram a dupla durante divertindo-se durante o trabalho

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Era - Divano


Era é um projeto musical criado pelo francês Eric Levi, antes membro do grupo de glam rock Shakin Street.
Suas músicas, geralmente cantadas em língua imaginário parecida com o latim, misturam música clássica, ópera e canto gregoriano com outros estilos contemporâneos. Músicas em inglês foram ganhando espaço a cada álbum, e no CD, Reborn, há também faixas cantadas em árabe.
O primeiro álbum teve grande sucesso comercial. A música Mother foi usada na trilha sonora do filme Alta Velocidade (2001), de Sylvester Stallone. E na Austrália, a música Ameno foi usada na campanha "The Power of Yes" (O Poder do Sim) da Optus Telecommunications. Ele também conta com algumas faixas que foram compostas por Eric Levi antes do surgimento da banda e que foram utilizadas na trilha sonora do filme Les Visiteurs, de 1993.
Muitas vezes a banda, que já vendeu mais de 4 milhões de copias na França e 12 milhões ao redor do mundo, apresenta vestes e armas da Idade Médianos seus concertos. O universo visual de Era é o complemento de sua inspiração musical, utilizando sinais e sentimentos próximos aos religiosos, explorando uma dimensão universal, um universo de emoções, espirituais e místicas.
Seu estilo pode ser descrito como new age e pode ser considerado similar ao de artistas como Enigma, Gregorian, Deep Forest e Enya.
Alguns componentes da banda são cátaros e católicos, e no clipe da músicaEnae Volare Mezzo percebemos forte influência mística do catarismo.

Ao ser estabelecido o programa de história e de francês (respectivamente a Idade Média e o estudo de um romance medieval) dos alunos do segundo ano do ensino secundário na França, o estudo das músicas de Era foi incluído no currículo dos cursos de música.     

terça-feira, 23 de maio de 2017

Roy Orbison - You Got It


Roy Orbison - California Blue

Roy Orbison - You Gut It

Roy Kelton Orbison, nasceu em Vernon em 23/04/1936 e faleceu em Hendersonville em 06/12/1988, apelidado de "The Big O", foi um influente cantor e compositor norte-americano e um dos pioneiros do rock and roll, e cuja carreira estendeu-se por mais de quatro décadas. Orbison foi internacionalmente reconhecido por suas baladas sobre amores perdidos, por suas melodias ritmicamente avançadas, seu timbre vocal de três oitavas, seus característicos óculos escuros e um ocasional uso de falsete, tipificado nas canções como "Only The Lonely", "Oh, Pretty Woman" e "Crying". Em 1988 foi incluído postumamente na galeria da Fama de compositores de música.

Biografia

Roy Orbison nasceu no dia 23/04/1936 em Vernon, no Texas, Estados Unidos. Seus pais Orbie Lee e Nardine, deram sua primeira guitarra quando tinha 6 anos de idade. Como era de se esperar, para um jovem morando no Texas, suas influências musicais foram o gospel  e o country.
Estimulado pelo pai e pelo tio, Roy começou a cantar em shows e no rádio antes dos dez anos de idade. Aos dez, ele recebeu seu primeiro pagamento como cantor num concurso de talentos. No começo de sua adolescência, ele já viajava pelo Texas. Sua primeira banda, aos treze anos, foi The Wink Westerners formada por amigos de escola. Depois ele mudou para The Teen King. Roy Orbison estudou o primeiro grau em escolas de Vernon, Fort Worth e Wink, no Texas. Ele fez o colegial na Wink High School de 1950 a 1954.
Roy estudou por dois anos na Universidade do Texas. Ele pretendia estudar geologia, pois seu pai trabalhava nos campos de petróleo. Enquanto ele estava na universidade, Pat Boone, um amigo, convenceu-o a formar uma nova banda. Após se formar, Roy trabalhava no campo de petróleo e tocava à noite.
Suas apresentações ao vivo fizeram entrar em contato com Johnny Cash, que aconselhou Roy a mandar uma cópia de "Ooby Dooby" para a Sam Phillips da Sun Records, gravadora de Elvis Presley e Jerry Lee Lewis. Em junho de 1956, estava gravado o seu primeiro grande sucesso, "Ooby Dooby", vendendo 20.000 cópias. A princípio pretendia ser apenas um compositor de rock, mas com o tempo, decidiu gravar suas próprias canções e impressionou o mundo com sua voz forte e frequentemente preferindo permanecer em tons agudos.
Roy Orbison, assim como aconteceu com seu amigo Elvis Presley, foi confundido, no início de sua carreira, por disc jockeys e por quem ouvia suas músicas, como um cantor negro, devido ao seu tipo de voz. O primeiro grupo famoso a gravar uma música de Roy foi The Everly Brothers: "Claudette", uma de suas primeiras composições e que Roy dedicou à sua primeira esposa, em 1958.
Alguns anos depois, Roy Orbison, como em agradecimento aos Everly Brothers, gravou dois de seus grandes sucessos: "Bye Bye Love" no seu álbum Lonely & Blue, em 1960 e "All I Have To Do is Dream", no seu álbum In Dreams, em 1963. Ainda com relação à gravação de Claudette, Roy Orbison usou seus direitos autorais resultantes deste sucesso para livrá-lo do contrato com a SUN RECORDS e assinar com a gravadora Monument. Sua primeira gravação Up Town, em 1960, já constava da lista de sucessos dos Estados Unidos. Neste mesmo ano, sua canção "Only The Lonely" foi rejeitada por Elvis Presley e os Everly Brothers e Orbison decidiu ele mesmo gravar. O resultado foi sensacional: a canção atingiu o topo das paradas da Inglaterra e por pouco não chegou ao ponto máximo dos EUA, vendendo dois milhões de discos.
Comenta-se que Roy Orbison, uma pessoa tímida e de poucas palavras, usava óculos escuros para corrigir o seu astigmatismo crônico. Ainda na década de 60, gozou de sucesso sem precedentes, tanto na Inglaterra como nos EUA, usando seu estilo de baladas românticas como "Blue Angel", "Running Scared", "Crying", "Dream Baby", "Blue Bayou" e "In Dreams". Mesmo durante o sucesso dos Beatles (grupo de quem tornou-se amigo e cujo um dos integrantes seria seu parceiro noutra banda) na América, Orbison foi um dos poucos artistas americanos que manteve seu sucesso comercial.
Durante o auge dos Beatles nas paradas de sucesso, ele foi por duas vezes o número um na Inglaterra com o poderoso "It's Over" e o seu maior sucesso "Oh, Pretty Woman", vendendo 7 milhões de discos em 1964. Sua fama era tão grande, que os Beatles se sentiram orgulhosos por terem feito uma turnê com ele em 1963 (existe o comentário de que a canção "Please Please Me", do primeiro álbum de estúdio da banda, teve grande influência do estilo de Roy Orbison). Roy considerava a Inglaterra sua segunda pátria, consequência de seu grande sucesso naquele país e das turnês frequentes que lá ele fazia.
Em 1965, Roy Orbison assinou com a MGM, pensando na possibilidade de ser um ator de cinema, como foi Elvis Presley. De fato, ele chegou a gravar um filme em 1968: The Fastest Guitar Alive, no entanto, de pouco sucesso. Roy Orbison sempre gostou de música country e nunca escondeu sua admiração pelo cantor e compositor Don Gibson. Tanto é assim, que em 1967 Roy gravou um álbum chamado Roy Orbison Sings Don Gibson, o que se tornou algo inédito, pelo fato de Roy ser o autor da maioria de suas canções gravadas. Apenas para lembrar, Roy gravou, de autoria de Don Gibson: "I Can't Stop Loving You", "I'd Be a Legend in My Time", "Too Soon to Know", entre outros.
Roy Orbison sofreu grande tragédia em sua vida, quando em 1966, sua esposa Claudette Frady morreu num acidente ao cair do banco traseiro de sua moto e em 1968, quando um incêndio destruiu sua casa, matando dois de seus três filhos (Roy Duwayne Orbison e Anthony King Orbison).
Roy Orbison se casaria novamente, em 1969, com Barbara Orbison. Os anos que se seguiram foram tempos obscuros em sua carreira. Na década de 70, além de passar por problemas financeiros, sofreu uma operação do coração em 1979, e só foi relançado em 1980, quando conquistou um Grammy pelo seu dueto com Emmylou Harris na música"That Lovin' You Fellin' Again", do filme Roadie. Em 1986, seu outro sucesso, "In Dreams", fez parte da trilha sonora do filme Blue Velvet (Veludo Azul).
Em 1987 Roy Orbison foi incluído no Hall da Fama do Rock'n Roll e nesta cerimônia ele cantou "Oh, Pretty Woman" com Bruce Springsteen. Neste mesmo ano, Orbison assinou contrato com a Virgin Records, onde regravou todos seus sucessos, pois muitas das gravações originais estavam "presas" devido ao processo de falência. O resultado foi o álbum In Dreams. Em 1988, Roy ganhou o Grammy pelo dueto com K D Lang na música "Crying". Em 1988 produziu o álbum e o vídeo A Black And White Night (Roy Orbison and Friends) onde aparecem vários astros da música, como Bruce Springsteen, Tom Waits e Elvis Costello.
Neste mesmo ano juntou-se a George Harrison, Bob Dylan, Tom Petty e Jeff Lynne formando os Traveling Wilburys. No entanto, nesta banda, eles não revelaram seus nomes verdadeiros e diziam que era composta por quatro irmãos (Roy, neste caso, era conhecido como Lefty Wilbury). O lançamento deste álbum foi esplêndido a conquistaram o Grammy em 1989. Todos esperavam que a carreira de Roy Orbison estouraria novamente, quando sofreu um ataque cardíaco fatal, em Nashville.
O lançamento do disco Mystery Girl, finalizado postumamente em 1989, foi considerado pela crítica como o mais bem sucedido álbum de toda sua careira, não simplesmente como uma homenagem póstuma mas pelo fato deste disco conter canções que mostravam um homem descontraído e com uma voz que nunca havia soado melhor, como por exemplo "You Got It", "She's a Mistery to Me", "Califórnia Blue", "A Love So Beautiful", "In The Real World", "The Comedians", etc. Em 1992, foi lançado o álbum King of Hearts, contendo algumas músicas inéditas.
Sobre este álbum, Barbara Orbison comentou: "Uma das perguntas que me faziam nestes três últimos anos, era se Roy havia deixado material suficiente para mais um álbum. Este disco é a resposta". Roy Orbison ficou conhecido como o lendário Big "O". Alguns de seus sucessos foram temas de filmes, como Wild Heart (Insignificance), In Dreams (Veludo Azul), Oh, Pretty Woman (Uma Linda Mulher), Crying, em dueto com K.D.Lang (Hiding Out) e A Love So Beautiful (Proposta Indecente).
É fantástico ver a legião que Roy nos deixou e como o mundo reconheceu. Em 1989, Roy e k. d. lang ganharam o Grammy pelo dueto de Crying. Em fevereiro de 1990, o Roy Orbison Tribute Concert to Benefit the Homeless (Concerto em Tributo a Roy Orbison em Benefício aos Desabrigados) reuniu vários músicos. Don Was, Gary Busey, Dean Stockwell, Patrick Swayze, Bernie Taupin, The Original Byrds (David Crosby, Chris Hillman and Roger McQuinn), Cindy Bullens, T-Bone Burnett, Johnny Cash, Bob Dylan, Chris Frantz, Larry Gatlin, Emmylou Harris, John Hiatt, John Lee Hooker, Chris Isaak, B. B. King, k. d. lang, Michael McDonald, NRBQ, Iggy Pop, Bonnie Raitt, Michelle Shocked, Ricky Skaggs, Stray Cats, Pete Towmshend, Was (Not Was), Dwight Yoakam and Tina Weymouth lembraram Roy cantando suas músicas. No final de 1999, Roy entrou para o Songwriters Hall Of Fame (Hall da Fama dos Compositores). No mesmo ano, You Got It e Mystery Girl foram grandes sucessos no mundo todo.
Em 1991, Roy recebeu um Grammy por "Oh, Pretty Woman" do álbum A Black and White Night Live, um show ao vivo com a presença de Jackson Browne, T-Bone Burnett, Elvis Costello, James Burton, k. d. lang, Bonnie Raitt, Steven Soles, J. D. Souther, Bruce Springsteen, Tom Waits and Jennifer Warnes. Esse ano, duas músicas de Roy estiveram entre as vinte melhores no Reino Unido. Ele tem estado nas paradas por mais de quatro décadas. Inacreditável para um homem que quando perguntavam como gostaria de ser lembrado simplesmente respondia, "Eu só gostaria de ser lembrado."
Em novembro de 1996, outro álbum, The Very Best of Roy Orbison, foi lançado. Neste disco estão todos os grandes sucessos, desde o começo de sua carreira até o final.

Morte

Em 06/12/1988: Roy Orbison morre aos 52 anos de idade de ataque cardíaco. Ele está enterrado no Westwood Memorial Park em Los Angeles, Califórnia. Seu túmulo está sem identificação, porém, os registros do cemitério indicam que está na seção D, número 97.

Fonte: Wikipédia

Pussycat


O Pussycat foi uma banda holandesa criada em 1975 por Theo Wetzels, Betty Dragstra, John Theunissen, Theo Coumans, Marianna Hensen, Lou Wille e Tonny Wille que havia gravado um disco solo no ano de 1973 com o pseudônimo "Sally Lane" e ganhou o prêmio de melhor voz feminina daquele ano. As três irmãs vocalistas trabalhavam como telefonistas na cidade de Limburg e John Theunissem, Theo Wetzels e Theo Coumans tocavam em uma banda de nome "Scum" e Lou Wille participava de um Grupo chamado "Ricky Rendall". Em 1975 foram contratados pela gravadora IME e um ano depois gravaram seu primeiro disco que estourou nas paradas de sucesso do Reino Único com a música "Mississipi" não demorando para que a banda se tornasse conhecida em toda a Europa e com o passar dos anos, outros sucessos vieram e o "Pussycat" tornou-se conhecido mundialmente. Foram dez anos de sucesso e dezessete álbuns lançados, mas no início dos anos 80 a banda percebeu que estava em declínio e em 1985, os integrantes do Pussycat resolveram de comum acordo encerrar as atividades da banda que continua até hoje em nossa memória.